Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘mundo’

 

“O dia 26 de Setembro é consagrado às línguas europeias desde 2001. A Europa encerra um verdadeiro tesouro linguístico: 23 línguas oficiais e mais de 60 línguas regionais ou minoritárias, além das línguas faladas pelas pessoas de outros países e continentes que vivem na Europa.

Este ano a Fundação Rei Afonso Henriques desde o seu Ponto de Informação Europeia Europe Direct, irá projectar o filme Um Filme Falado de Manoel de Oliveira na quinta-feira 30 de Setembro às 20:15 no Auditório da FRAH.

Um Filme Falado (2003) é um filme português de Manoel de Oliveira que, pelo título e pela forma, explicitamente ilustra  a teatralidade do seu modo de fazer cinema.

Uma professora de história em viagem de cruzeiro pelo Mediterrâneo segue a trama da civilização, vista como utopia do mundo actual. A linguagem criadora de civilização, a contradição de ser português – o mais universalista dos europeus, o único que não fala a própria língua fora do seu país – ilustram a realidade da União Europeia.

Manoel de Oliveira é o realizador mais velho do mundo em actividade, autor de trinta e duas longas-metragens, Manoel de Oliveira provém de uma família da alta burguesia do norte de Portugal. Em 2008 completou cem anos de vida, tendo, entre outras comemorações, sido condecorado pelo Presidente da República, e assistido à produção de um sem número de documentários sobre a sua vida e obra. Centenário, dotado de uma resistência e saúde física e mental inigualáveis, é o mais velho realizador do mundo em actividade, e ainda com planos futuros.

Destaca-se também a participação do filme com actores de renome como por exemplo John Malkovich, Catherine Deneuve, Stefania Sandrelli e Irene Papas, e os portugueses Luís Miguel Cintra e Leonor Silveira. Neste filme falam-se até cinco línguas diferentes: português, francês, italiano, grego e inglês.”

Anúncios

Read Full Post »

Comemorou-se no passado dia 4 de Março o nascimento do Infante D. Henrique. Filho do rei D. João I e de D. Filipa de Lencastre, o infante D. Henrique nasceu na cidade do Porto em 1394, numa quarta-feira de cinzas, vindo a falecer em 1460 em Sagres.

Apesar de não ter nunca sulcado as ondas do Oceano, senão para as suas expedições de conquista africana, teve o cognome de Navegador, e na verdade bem merecido, porque a ele se deve o primeiro impulso e o grande incitamento das grandes navegações, que tanto contribuíram para o progresso da civilização e conhecimento do mundo.

Para assinalar o seu nascimento deixo-vos um poema de Fernando Pessoa, intitulado “O Infante”, retirado do livro Mensagem, pela voz da Estudantina Universitária de Lisboa, extraordinária versão do original de Dulce Pontes.

 

O Infante

Deus quer, o homem sonha, a obra nasce.
Deus quis que a terra fosse toda uma,
Que o mar unisse, já não separasse.
Sagrou-te, e foste desvendando a espuma,

E a orla branca foi de ilha em continente,
Clareou, correndo, até ao fim do mundo,
E viu-se a terra inteira, de repente,
Surgir, redonda, do azul profundo.

Quem te sagrou criou-te português.
Do mar e nós em ti nos deu sinal.
Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez.
Senhor, falta cumprir-se Portugal!

                                                      Fernando Pessoa, Mensagem

Read Full Post »

A Língua Portuguesa no Mundo

Dizem que o Português é a língua mais difícil de se aprender. No entanto, 260 milhões de indivíduos nos cinco continentes habitados acordam, trabalham, divertem-se, compõem obras literárias no idioma de Camões. O Português, para além de ser o 5º mais falado no mundo, ocupa um honroso 3º lugar no ranquing das línguas mais faladas da Europa. Se falares Português (260 milhões), Espanhol (450 milhões) e Inglês (545 milhões), poderás falar com um total de 1.255.000.000 de pessoas.

Read Full Post »